AdoteUmCara.com.br

Dia da mentira: mentiras mais comuns que os homens e mulheres contam

Feliz 1º de abril! A data é mundialmente conhecida como o Dia da Mentira e por um motivo inusitado. A tradição tem suas raízes no ano de 1564, quando, após a doção do calendário gregoriano e a determinação do rei Carlos IX de França de comemorar o ano novo no 1º de janeiro, alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, no qual o ano se iniciaria no 1º de abril.

Gozadores passaram a ridicularizá-los, enviando presentes esquisitos e convites para festas que que não existiriam. A brincadeira tomou fôlego no mundo inteiro e virou motivo para alegria e chacota global. 

Infelizmente, porém, nem todos guardam suas mentiras para o 1º de abril. Homens e mulheres adoram espalhar mentirinhas durante o ano inteiro. Confira abaixo as mentiras mais comuns contadas por homens e mulheres:

HOMENS:

- Não sou comprometido: essa é imperdoável. Mentir sobre seu nível de comprometimento não tem desculpa e deveria ser passível de crime, sinceramente. 

- Você é a primeira mulher com quem faço isso: Seja para impressionar ou por qualquer outro motivo, essa também é uma mentira braba. O que custa dizer que, sim, você já trouxe outro date nesse restaurante? Ou sim, já estive nesse motel antes, gostei tanto que quis voltar com você? Vai entender...

- Eu te amo: “confessar” sentimentos que não existem é muito feio, rapazes. Vamos parar de ladainha e ser sinceros com o que sentimos, está certo?

- Minha ex era louca: se você é esse tipo de cara que utiliza essa frase, cuidado colega.  Porque pessoas manipuladoras tentam de todas as maneiras possíveis fazer com que as vítimas de suas atitudes escrotas sejam as culpadas.

- Te ligo amanhã: essa mentira descarada é equivalente à quando você deixa currículos em empresas que não vão te contratar e simplesmente dizem "a gente volta a entrar em contato". Queridos, poupem-nos!

 MULHERES:

- Não estou brava: por que não podemos ser sinceros com nossos sentimentos? Se a atitude do seu parceiro te deixou fula da vida, diga isso pra ele. Evitar discussões e guardar mágoas não ajuda em nada, viu?

- Não estou com ciúmes: ah, a velha mentira para parecer forte. Sentir ciúmes é normal. Não há necessidade de esconder. 

- Eu não mudaria nada em você: uma grande ladainha. Não existe uma mulher no mundo que encontrou um homem perfeito o bastante para que ela não tivesse vontade de mudar alguma coisa nele. Claro que tentar mudar o parceiro a força também não é legal, mas o ideal é conversar sobre essas diferenças e, acima de tudo, aceitá-las.

- Estou quase pronta: Mais cinco minutinhos, tá!  Essa é uma mentira universal que 655 888 mulheres já falaram! A dica é: comece a se arrumar duas antes de sair. E sabemos que mesmo assim você correrá o risco de se atrasar. 

- Gozei: Amiga, não esconde do seu parceiro que você não gozou, pois essa verdade tem que ser dita em papo muito sincero. Pede a ajuda dele para reforçar os estímulos que você tanto gosta. Outra dica, se ele sempre chega ao orgasmo antes que você, não pense duas vezes: não interrompa os seus movimentos até atingir o clímax! E não adianta esperar que o parceiro faça tudo: antes de tudo, você deve se conhecer! Só assim saberá do que gosta/não gosta, para poder explicar ao parceiro. 

Pois é: a mentira não é exclusiva ao 1º de abril e muito menos a apenas um dos sexos. A verdade é que todos mentem nos 365 dias do ano. Quem sabe você não aproveita o Dia da Mentira para iniciar um fluxo de sinceridade em sua vida?

back to top